Toxina Botulínica e a Paralisia Facial
07/07/2020
Toxina Botulínica e a Reabilitação Neuromuscular Funcional
08/07/2020
Mostrar todas

Como é a aplicação da Toxina Botulínica?

A toxina botulínica é diluída no consultório conforme cada fabricante para controle da concentração do produto.

Após uma análise detalhada da face em repouso e no movimento, é planejado um mapa de pontos específicos para injetar a Toxina Botulínica.

A pele é preparada, demarcada e uma pomada anestésica é aplicada nos pontos. O gelo ajuda para minimizar o desconforto das picadinhas.

A injeção é controlada tanto no volume a ser injetado, assim como a posição de cada músculo da mímica facial que será tratado.

É normal ficar um pequeno nódulo na área injetada, que corresponde ao produto injetado que é liquido. Isso é absorvido localmente em 30-40 minutos e não é recomendado pressionar o local por 4 horas após para evitar deslocar o produto para outras áreas.

A aplicação da toxina botulínica é do lado normal?

Depende do tempo de evolução e do padrão de reinervação da paralisia facial.

Nas paralisias flácidas, há uma assimetria muito evidente que é piorada por um fenômeno chamado Hipercinesia. O lado normal contrai além do que deveria por um excesso de informação, como se estivesse recebendo a informação em dobro pelo lado paralisado. Assim, a estratégia nesses casos é enfraquecer alguns movimentos excessivos no lado normal e melhorar a simetria.

Lado esquerdo não paralisado apresenta um excesso de movimento que aumenta a assimetria com o lado paralisado.

Nas sincinesias, a estratégia muda para conseguir a simetria. Muitas vezes tentamos bloquear os movimentos gatilhos da Sincinesia, além de tratar especificamente os movimentos musculares alterados. Nesse caso a aplicação é realizada nos dois lados da face depois de uma análise detalhada de cada caso.

Sincinesia à esquerda com contração involuntária de múltiplos ramos simultâneos ao elevar a sobrancelha.

O que esperar do tratamento com a toxina botulínica?

  • Após a aplicação não pode manipular a área, pois pode migrar o produto de local. Só manipular para lavar o rosto, aplicar maquiagem ou cremes depois de 4h.
  • Cada ponto de aplicação fica parecendo que apertou uma espinha, mas o produto é absorvido pelo corpo naturalmente e as bolinhas desaparecem.
  • Não é recomendado realizar exercícios físicos nas primeiras 24h.
  • O efeito só começa a aparecer depois das primeiras 48h.
  • O efeito máximo só é alcançado depois de 2 semanas. Nesse período, alguns pacientes ficam descoordenados se área tratada era muito contraída e sem controle. Nesses casos é fundamental o acompanhamento com reabilitação neuromuscular para melhorar o controle e a coordenação dos movimentos.
  • Os pacientes sentem a área tratada mais relaxada e os músculos tratados são mais controlados, sem movimentos excessivos.
  • Muitos pacientes retornam depois de 2 semanas da aplicação para reavaliar os efeitos e complementar alguma área se for necessário.

Quais são os riscos do tratamento com a toxina botulínica?

A dose utilizada de toxina botulínica é muito baixa e os riscos de circulação são mínimos.

A toxina botulínica pode ser usada em crianças, mas não é recomendado em gestantes. Em mulheres que estejam amamentando, pode ser usada com orientações específicas de espaçar a amamentação após a aplicação.

Os efeitos colaterais são raros, mas podem acontecer:

  • Roxo no local da aplicação
  • Bloqueio muscular excessivo
  • Migração do líquido aplicado para áreas adjacentes
  • Cefaléia

Quais são as contraindicações da toxina botulínica?

  • Alergia aos componentes
  • Gestação
  • Infecção ativa na área da aplicação
  • Miastenia Gravis ou Síndrome de Eaton-Lambert
  • Anticoagulação plena
  • Fobia à agulha ou distúrbio psiquiátrico não controlado

Quanto tempo dura o tratamento com a toxina botulínica?

A duração é estimada entre 4 a 6 meses. Essa variação depende de alguns fatores como o grau de atividade do musculo bloqueado, estilo de vida e regularidade das aplicações.

Quanto custa o tratamento com a toxina botulínica?

O custo do tratamento com a toxina botulínica, tanto na Paralisia quanto na Sincinesia, depende do número de áreas que necessitam do bloqueio e da quantidade de produto utilizado.

Esse tratamento geralmente tem reembolso pelo plano de saúde por se tratar de controle de uma sequela/doença. O valor desse reembolso, por sua vez, depende do contrato estabelecido entre o paciente e o convênio/seguradora.

Gostou do conteúdo deste artigo? Acompanhe o Instagram@paralisiadeface – e também inscreva-se no canal do YouTube da Dra. Rachel Baptista para novidades sobre Paralisia Facial.

Dra. Rachel Baptista
Dra. Rachel Baptista
Rachel Baptista é formada e pós-graduada pela USP, com especialização e experiência reconhecida nos maiores centros de reconstrução plástica do mundo. Participação nas reconstruções de face e membros mais importantes do Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CONTATO
×