Síndrome de Ramsay Hunt
23/06/2020
Tumores e Paralisia Facial
24/06/2020
Mostrar todas

Neurinoma do Nervo Acústico – Schwannoma Vestibular

O que é o Neurinoma do Nervo Acústico?

O nome correto do Neurinoma do Nervo Acústico é Schwannoma Vestibular, pois o tumor se origina das células de Schwann que são as células que isolam a condução nervosa na bainha do Nervo.

É um tumor benigno raro do Nervo Vestibulococlear que está localizado numa região muito delicada do ouvido interno. Acometem cerca de 13 a cada milhão de pessoas anualmente, sendo mais comum em mulheres e entre 30 a 60 anos de idade.

Esse nervo é responsável pela audição e equilíbrio. Existem dois Nervos Vestibulococleares, um para cada lado do corpo (VIII Par Craniano).

Qual é a causa do Neurinoma do Nervo Acústico?

A maioria dos casos não há uma causa específica relacionada.

Os pacientes que tem a Neurofibromatose tipo 2 tem uma propensão a desenvolver Schwannomas em vários nervos, entre eles, no Nervo Vestibulococlear.

É um tumor benigno, ou seja, não é câncer. O Schwannoma usualmente tem um crescimento lento e é acompanhado pelo otorrinolaringologista e neurocirurgião.

Ele cresce na bainha de mielina que reveste o nervo.

Qual são os sintomas do Neurinoma do Nervo Acústico?

Alguns Schwannomas crescem muito lentamente ou permanecem estáveis de tamanho sem desenvolver sintomas.

Quando crescem ou apresentam um tamanho maior podem desenvolver sintomas:

  • Perda da audição
  • Zumbido persistente
  • Tontura
  • Dormência Facial
  • Dor de cabeça persistente
  • Paralisia Facial

A Paralisia Facial ocorre porque o nervo facial está literalmente do lado do Nervo Vestibulococlear. Dependendo do tamanho há compressão e alterações no funcionamento do nervo facial.

Qual é o tratamento do Neurinoma do Nervo Acústico?

O otorrino ou neurocirurgião acompanham clinicamente a evolução o Schwannoma por exame de imagem e testes de audição.

Em alguns casos, a cirurgia de ressecção do tumor é indicada.

Muitas vezes o tumor consegue ser retirado totalmente. Essa manipulação pode interferir no funcionamento do nervo facial pela proximidade. Em alguns casos, o nervo facial está muito prejudicado, com a possibilidade de necessitar a sua ressecção.

Como o tumor acomete o nervo da audição, no lado ressecado há perda da audição permanente.

Estou com Neurinoma do Nervo Acústico e já tenho paralisia facial antes de operar.

Os casos que já desenvolveram paralisia facial antes de operar o Neurinoma devem ser acompanhados rigorosamente.

Uma cirurgia de transferência de nervo pode ser necessária para manter a viabilidade da musculatura da face e para recuperar as movimentações.

Retirei o Neurinoma do Nervo Acústico e fiquei com paralisia facial. E agora?

Essa é uma intercorrência que pode acontecer na Cirurgia de ressecção do tumor do Nervo Vestibulococlear.

O paciente, nesta situação, precisa de um acompanhamento rigoroso no pós-operatório quanto aos cuidados com o olho e na reabilitação orofacial.

Os achados intra-operatórios são fundamentais para guiar o tratamento da paralisia no pós-operatório.

Observe na figura à esquerda que o Schwannoma cresce comprimindo os feixes dentro do nervo facial. Essa compressão pode levar à paralisia facial quando o tumor cresce ou na sua ressecção. O neurofibroma é um tumor que altera a estrutura dentro do nervo e, na sua ressecção, o nervo é sacrificado.

Se o Nervo Facial foi preservado pode ser que haja uma recuperação da paralisia no pós-operatório. Assim, os casos são acompanhados e avaliados.

Após 6-8 meses, o nervo teoricamente já teve tempo de chegar na musculatura. Neste período, se não houver recuperação, é importante programar uma cirurgia de transferência de nervo.

A cirurgia de reanimação facial é indicada para os pacientes que:

  • Ficaram com tumores residuais
  • Necessitarão de tratamento complementar com radioterapia
  • O nervo Facial foi sacrificado ou estava muito comprometido

A cirurgia de transferência de nervo tem melhores resultados quanto mais precoce for a paralisia.

Recuperei a paralisia facial, mas meu rosto não voltou ao normal. E agora?

      Muitos casos recuperam sem sequelas. Outros casos, a recuperação é parcial e pode ocorrer o aparecimento de sequelas como a SINCINESIA.

      Se a lesão do nervo facial for importante, a recuperação pode ser tardia (após 3 meses). Nestes casos, o seguimento durante essa fase é fundamental para tratar a Sincinesia logo no início do aparecimento e evitar realizar tratamentos ou movimentos que propiciem o aparecimento das Sincinesias.

A movimentação do meu rosto não voltou depois da retirada do Neurinoma do Acústico. Tem tratamento para isso?

Nos casos em que a sequela de paralisia é definitiva, o tratamento depende do tempo em que a paralisia está presente. A idade e a presença de doenças também determinam o tipo de cirurgia para reanimar o sorriso e para tratar o olho paralisado.

A cirurgia é dividida por segmentos da face:

  • Correção do lagoftalmo: para pacientes que não conseguem fechar o olho
  • Reanimação do Sorriso: duas técnicas são usadas, ou a transferência de nervo ou o transplante muscular do músculo grácil.

O acompanhamento precoce dos pacientes com paralisia facial pós ressecção de Neurinoma é fundamental para planejar o tratamento no tempo adequado.

A cirurgia busca trazer qualidade de vida e autoestima aos pacientes pós o Tratamento do Schwannoma Vestibular.

Gostou do conteúdo deste artigo? Acompanhe o Instagram@paralisiadeface – e também inscreva-se no canal do YouTube da Dra. Rachel Baptista para novidades sobre Paralisia Facial.

Gostou do conteúdo deste artigo? Acompanhe o Instagram@paralisiadeface – e também inscreva-se no canal do YouTube da Dra. Rachel Baptista para novidades sobre Paralisia Facial.

Dra. Rachel Baptista
Dra. Rachel Baptista
Rachel Baptista é formada e pós-graduada pela USP, com especialização e experiência reconhecida nos maiores centros de reconstrução plástica do mundo. Participação nas reconstruções de face e membros mais importantes do Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CONTATO
×