Neurinoma do Nervo Acústico – Schwannoma Vestibular
24/06/2020
Trauma e Paralisia Facial
24/06/2020
Mostrar todas

Tumores e Paralisia Facial

O nervo facial tem sua origem no ângulo Pontocerebelar e segue seu caminho para a face passando pelo segmento do labirinto, timpânico e mastoideo até chegar no forame estilomastoideo na base do crânio. Essa porção tem cerca de 7 cm.

No forame, o nervo facial sai na sua porção extratemporal, passando pela parótida e de ramifica para inervar a musculatura da mímica facial. Nesta região, o tamanho dos ramos é variável para cada grupamento muscular, sendo os mais distantes ao redor de 7 cm da ramificação do tronco do nervo facial.

Por conta dessa anatomia complexa e pelo longo trajeto, o nervo facial pode ser acometido por tumores em diversas localizações.

Schwannoma Vestibular – Neurinoma do Acústico

O nome correto do Neurinoma do Nervo Acústico é Schwannoma Vestibular, pois o tumor se origina das células de Schwann que são as células que isolam a condução nervosa na bainha do Nervo.

É um tumor benigno raro do Nervo Vestibulococlear que está localizado numa região muito delicada do ouvido interno. Acometem cerca de 13 a cada milhão de pessoas anualmente, sendo mais comum em mulheres e entre 30 a 60 anos de idade.

Esse nervo é responsável pela audição e equilíbrio. Existem dois Nervos Vestibulococleares, um para cada lado do corpo (VIII Par Craniano).

Tumores da Parótida

O nervo facial passa no meio da parótida, como num sanduíche.

O nervo facial passa dentro da glândula parótida antes de atingir a musculatura da face.

A parótida pode apresentar tumores benignos e malignos que podem comprimir ou invadir o nervo facial pela proximidade com os seus ramos.

Na cirurgia dos tumores parotídeos, a manipulação cirúrgica pode causar uma paralisia facial, usualmente temporária. Entretanto, em outros casos, pode ser necessário retirar uma parte ou todos os ramos do nervo facial dependendo do tipo e agressividade do tumor. Nestes casos, se for possível, o nervo facial pode ser reconstruído.

Além disso, alguns tumores necessitam de tratamento complementar com radioterapia, que pode agravar o quadro local.

O tratamento da Paralisia Facial por Tumores da Parótida é possível. Uma avaliação completa da histórico do paciente e das condições locais é importante para o planejamento.

Metástases Cerebrais

Alguns tumores têm metástases cerebrais que podem comprimir o nervo facial no seu trajeto intracraniano. O câncer de mama e próstata são os mais comuns, mas outros tipos de câncer também podem dar metástases nesse padrão.

A paralisia facial nestes casos é um grande transtorno e alguns procedimentos podem ser realizados para melhorar a qualidade de vida destes pacientes.

Meningioma

O meningioma é um tumor benigno que tem origem nas meninges, que são membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal.

Dependendo da posição do meningioma, pode haver compressão e lesão do nervo facial.

O tratamento da paralisia facial depende do grau de lesão do nervo e depende de uma avaliação detalhada do caso.

Colesteatoma

O colesteatoma é uma proliferação do epitélio do ouvido médio que pode se expandir comprometendo as estruturas do ouvido e o nervo facial. Além disso, é comum a contaminação do colesteatoma e desenvolvimento de infecções recorrentes.

No tratamento do colesteatoma pode haver lesão do Nervo Facial, pois o nervo tem seu trajeto nesta região e a anatomia local pode estar distorcida pela compressão do cisto epitelial ou pela inflamação.

O tratamento da paralisia facial depende do grau de lesão do nervo e depende de uma avaliação detalhada do caso.

Gostou do conteúdo deste artigo? Acompanhe o Instagram@paralisiadeface – e também inscreva-se no canal do YouTube da Dra. Rachel Baptista para novidades sobre Paralisia Facial.

Dra. Rachel Baptista
Dra. Rachel Baptista
Rachel Baptista é formada e pós-graduada pela USP, com especialização e experiência reconhecida nos maiores centros de reconstrução plástica do mundo. Participação nas reconstruções de face e membros mais importantes do Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CONTATO
×